Press

Dr Ariel Haus has appeared in The Times, The Evening Standard, The Metro, Prima Magazine & Bella Magazine. On TV he has appeared on Fashion TV in Europe and across several Brazilian TV shows. He has also spoken on BBC Radio in London.

"I saw a vast improvement (following BOTOX with Dr Haus) and can see why Dr Haus prides himself on this technique"
The-Beauty-Pages.com
"Shift that cellulite with VelaShape at Dr Ariel Haus' clinic"
Bella Magazine
"Get that hot Brazilian look with Dr. Ariel Haus - London's most talked about Brazilian Doctor"
Mayfair Life Magazine
"Dr Ariel Haus is London's top Brazilian non-invasive doctor"
Fashion TV Blog F.REPORT
"Leading Harley Street doctor Dr Ariel Haus is a specialist in non-invasive treatments to reduce wrinkles."
Lighter Life Magazine
"Available via Dr Ariel Haus' dermatology practice on Harley Street, it's a fuss free way to tighten everything up during that annual pre-holiday rush. And best of all? It works."
PinkPaper.com
VelaShape- "Perfected in his homeland Brazil (let's face it, a nation known for its immaculate looks), Dr Ariel Haus offers VelaShape at his Harley Street clinic. Results are impressive"
Diplomat Magazine
"Dr Haus is the perfect example of his own work..."
stylebible.com
"VelaShape combines the latest technologies for best results. Dr Haus used it on my upper legs...I will go back for my top up once a month"
The Times
"Dr Haus proclaims the treatment a success and hands me a mirror to inspect the results for myself...Thoroughly pleased with the results of both treatments, I will be returning for more"
EK One Magazine
"I've just had an amazing peel by Dr Ariel Haus, after which I even ventured outside without make-up on and my skin looked picture perfect"
Spa Secrets Magazine
"Dr Ariel Haus- London's leading Brazilian doctor"
Mayfair & St James's Life Magazine
"Dr Haus is convinced he can reshape my waist. By session four, my stomach is more toned, the skin texture better"
Evening Standard Newspaper

Wednesday, 16 November 2011

Melasma

O melasma é uma manifestação caracterizada por manchas escuras na face. O seu surgimento geralmente está relacionado à gravidez ou ao uso de anticoncepcionais hormonais (pílula) e tem como fator desencadeante a exposição da pele ao sol. Quando estas manchas ocorrem durante a gravidez, recebem a denominação de cloasma gravídico.

A doença aparece principalmente nas mulheres, mas também pode acometer os homens. Além dos fatores hormonais e da exposição solar, a tendência genética e características raciais também influenciam o surgimento do melasma.

A profundidade em que se localiza o pigmento na pele determina o tipo de melasma, que pode ser epidérmico (mais superficial e que responde melhor ao tratamento), dérmico (mais profundo e de tratamento mais difícil) ou misto.

Manifestações clínicas
A doença se caracteriza pelo surgimento de manchas escuras ou acastanhadas na face, principalmente nas regiões malares (maçãs do rosto), na testa, nariz, lábio superior e têmporas. As manchas geralmente tem limites precisos e são irregulares, formando placas que, em seu contorno, apresentam pontilhado pigmentar.

Tratamento
Para evitar o melasma, as mulheres não devem se expor ao sol sem proteção solar durante a gravidez ou uso de anticoncepcionais hormonais (pílula).
O cloasma gravídico pode desaparecer espontaneamente após a gravidez, não exigindo, às vezes, nenhum tipo de tratamento. No entanto, o tratamento acelera o seu desaparecimento. Após a melhora, a proteção solar deve ser mantida para evitar o retorno das manchas, que ocorre com bastante frequência.

Para o tratamento do melasma é fundamental o uso de protetores solares potentes sempre que houver exposição da pele ao sol ou mormaço, devendo-se dar preferência aos que contenham filtros físicos, que bloqueiam a passagem da radiação UV, como o dióxido de titânio. Sempre recomendo o Anthelios 50+da La Roche Posay ou Capital Soleil 50+ da Vichy e quando for aplicado, deve ser feito 20 minutos antes de sair de casa e ser bem generoso com a aplicação.

O tratamento é feito com o uso de substâncias despigmentantes, aplicadas na pele. A associação dos despigmentantes com alguns tipos de ácidos geralmente aumenta a eficácia daqueles. Quando o pigmento se localiza mais profundamente, a melhora é mais difícil, exigindo persistência para se obter um bom resultado.
Peelings superficiais podem acelerar o processo facilitando a penetração dos despigmentantes e ajudando a remover o pigmento das camadas superiores da pele. O tratamento deve ser orientado de acordo com cada caso, pelo médico dermatologista.

Tratamento é difícil
O tratamento do melasma é um desafio, já que a doença apresenta, muitas vezes, um curso refratário e recorrente, com reaparecimento das manchas após a melhora.
Os peelings químicos fazem parte do arsenal terapêutico, sendo os de ácido retinóico uma das opções com resultados satisfatórios.

Podem ser feitos com intervalos de 2-3 semanas entre cada sessão. Além do peeling, o único produto adicional utilizado foi o protetor solar. concluiu que o peeling de ácido retinóico é eficaz e seguro no tratamento do melasma, podem ser feitos também, peelings combinados que sao ate mais eficazes no tratamento do melasma. 

Um dado interessante foi a segurança deste peeling, medida pela ocorrência de poucos eventos adversos, todos leves e transitórios, como vermelhidão e descamação no pós-peeling imediato.
Este tratamento e um dos mais requisitados nas clinicas do Dr. Haus, pode ser feito em qualquer época do ano, com melhores resultados no Inverno.

www.drhausdermatology.com